Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual
BAILLY: a maior cratera do hemisfério visível da Lua- 28/04/2018
(créditos: Vaz Tolentino.)

Informações sobre a Foto

BAILLY: a maior cratera do hemisfério visível da Lua- 28/04/2018

(créditos: Vaz Tolentino.)

BAILLY - a maior cratera do hemisfério visível da Lua.

Diâmetro: 300 Km;

Profundidade: 4,13 Km;

Coordenadas Selenográficas: LAT: 66° 48′ 00″ S, LON: 069° 24′ 00″ W;

Período Geológico Lunar: Nectárico (de 3,92 bilhões até 3,85 bilhões de anos atrás);

Melhor período para observação: 6 dias após ao quarto-crescente ou 5 dias após ao quarto-minguante.

Quem foi BAILLY? Jean Sylvain Bailly (1736 - 1793) foi um astrônomo e matemático francês. Também foi líder político no início da Revolução Francesa. Ele foi prefeito de Paris de 1789 até 1791 e acabou por ser guilhotinado.

ImagemLua cheia apresentando a abrangência da foto enfocando a cratera BAILLY - VTOL.

BAILLY é uma enorme cratera de impacto localizada no limbo sudoeste lunar, na zona de libração, o que dificulta sua observação. Apesar de ter formato circular, por estar numa posição junto ao limbo, a aparência de BAILLY torna-se alongada ou elíptica, a partir do nosso ponto de vista aqui da Terra.

Imagens da sonda lunar americana LRO mostram que o amplo piso interno da grande cratera BAILLY tem aspecto rugoso, irregular e desnivelado, não apresenta pico central e foi marcado e desgastado por muitos impactos subsequentes de vários tamanhos. Suas muralhas exteriores também foram erodidas e desgastadas por múltiplos impactos.

Imagens da sonda LRO também mostram que a região sudeste do amplo piso interno de BAILLY hospeda duas grandes crateras de impacto, conhecidas como Bailly A (43 Km) e Bailly B (62 Km). A cratera Bailly A sobrepõe parte do corpo de Bailly B (Bailly A é mais jovem que Bailly B). A cratera Bailly A também sobrepõe a larga parede do aro sudeste de BAILLY.

Com seus 300 Km de diâmetro, por ser a maior cratera da face visível da Lua, a área ocupada por BAILLY seria suficiente para abrigar um pequeno mar de lavas. Apenas quatro outras crateras no hemisfério visível da Lua apresentam diâmetros acima de 200 km: Deslandres, Clavius, Grimaldi e Schickard.

BAILLY muitas vezes não aparece na lista das maiores crateras de impacto do lado visível da Lua, porque na realidade, ela é considerada uma bacia de duplo anel, pois as imagens da sonda LRO indicam a existência de um desgastado anel interno. De forma semelhante, a grande cratera Grimaldi com seus 174 Km de diâmetro, também é considerada o anel interno de uma bacia de 440 Km de diâmetro.

ImagemA grande cratera BAILLY (na verdade uma bacia) fotografada pela sonda lunar robótica LRO da NASA.

Foto executada com apenas 1 frame em  ‎22‎ de ‎abril‎ de ‎2016, ‏‎01:28:02 (04:28:02 UT).

A destacada cratera que aparece em nossa foto, posicionada no limbo sudoeste lunar e próxima da grande cratera BAILLY, chama-se HAUSEN (diâmetro: 167 Km, profunsdidade: 6 Km, coordenadas selenográficas: LAT: 65.0° S, LON: 88.1° W). Veja a composição abaixo (foto da esquerda -VTOL e foto da direita - sonda LRO da NASA):

Foto executada com apenas 1 frame em  ‎22‎ de ‎abril‎ de ‎2016, ‏‎01:28:02 (04:28:02 UT).

Foto executada com apenas 1 frame em 3‎ de ‎julho‎ de ‎2012, ‏‎01:23:10 (04:23:10 UT).

Foto executada com apenas 1 frame em 28‎ de ‎abril‎ de ‎2018, ‏‎21:32:46 (00:32:46 UT).

Egeria

Asteroide (13) Egeria (Oposição)!
Asteroide (13) Egeria (Oposição)!
Caros(as) amigos(as)! Asteroide (13) Egeria em 2018! Veja: O asteroide (13) Egeria em 2018 O asteroide (13) Egeria em 2018 Um grande e fraterno abraço, Antônio Campos CEAMIG - REA/Brasil e AWB ... Leia mais

Caros(as) amigos(as)! Asteroide (13) Egeria em 2018! Veja: O asteroide (13) Egeria em 2018 ... Leia mais
14/05/2018
Jv

Júpiter e Vênus têm influência ...
Júpiter e Vênus têm influência no clima da Terra!
Júpiter e Vênus têm influência no clima da Terra! - por Cássio Barbosa / G1 Veja em: ... Leia mais

Júpiter e Vênus têm influência no clima da Terra! - por Cássio ... Leia mais
11/05/2018
Lixo4

LIXO ESPACIAL - Mais de 7,5 mil ...
LIXO ESPACIAL - Mais de 7,5 mil toneladas em órbita da Terra.
LIXO ESPACIAL - Mais de 7,5 mil toneladas em órbita da Terra.

LIXO ESPACIAL - Mais de 7,5 mil toneladas em órbita da Terra.
11/05/2018
Texto_travnik3

BRASIL AVANÇA NO ENSINO DA ...
BRASIL AVANÇA NO ENSINO DA CIÊNCIA DO CÉU E DO ESPAÇO - por Nelson Travnik.
E D U C A Ç Ã O - BRASIL AVANÇA NO ENSINO DA CIÊNCIA DO CÉU E DO ESPAÇO - por Nelson Travnik* (nelson-travnik@hotmail.com) Novas propostas, congressos e seminários enchem o cotidiano no afã ... Leia mais

E D U C A Ç Ã O - BRASIL AVANÇA NO ENSINO DA CIÊNCIA DO CÉU E ... Leia mais
10/05/2018