Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual

Marte - Ocultação

Cobertura fotográfica da ocultação do planeta Marte pela Lua em 19/09/2012.

Ocultação de Marte em 19/09/2012.

Ocultação é o fenômeno de desaparecimento temporário de um astro devido à passagem de outro, com maior diâmetro aparente, à sua frente. 

A equipe do Vaz Tolentino observatório Lunar deixou Belo Horizonte e executou uma operação de campo para observar, cronometar e fotografar a ocultação de Marte pela Lua. Para a região da grande Belo Horizonte, o belo fenômeno astronômico estava previsto de iniciar com o desaparecimento de Marte por volta das 18:29:39 Local Time (21:29:39 Universal Time) e previsão para iniciar com o reaparecimento de Marte por volta das 19:34:32 Local Time (22:34:32 Universal Time).

FotoSequência da etapa de reaparecimento de Marte. Fotos executadas com o Refrator Orion EON 120mm.

Chegamos ao local escolhido (região rural de Nova Lima / MG, próximo ao condomínio Vale do Sol) por volta das 17:20 Local Time, para a cobertura completa da ocultação. Montamos e testarmos todos equipamentos com calma.

FotoOs equipamentos montados para a cobertura do fenômeno de ocultação de Marte.

O local escolhido tinha livre visão do lado oeste do ceu, região onde ocorreria o fenômeno.

As coordenadas geodésicas do local dos trabalhos são as seguintes:

LatitudeS 20o 05' 04,6" , LongitudeW 043o 57' 42,0" , Altitude: 1402m.

Foto: Imagem de satélite (Google Earth) mostrando o local do acompanhamento da ocultação de Marte.

Os equipamentos utilizados na operação de campo foram os seguintes:

- Telescópio Orion EON 120mm ED APO (f/7,5), com miras Red Dot e Green Laser e montagem AZ4;

- Telescópio Orion EON 80mm ED APO (f/6,25) com miras Red Dot e Green Laser e montagem Vixen Porta II;

- Câmera Orion StarShoot Solar System Color Imager III;

- Binóculos Octans 8X56;

- LapTop DELL;

- Celestron Power Tank 12v 17A;

- GPS Garmin Map 60 CSx;

- Cronômetro;

- Bússola Suunto;

- Lanternas.

FotoOs dois telescóipos Orion EON APO utilizados no acompanhamento e registro do fenômeno de ocultação de Marte.

FotoOutra visão dos telescópios apocromáticos utilizados nos trabalhos de campo.

Na etapa do desaparecimento a temperatura ambiente era de 25oC. A Lua estava com altitude de 40,7o , magnitude -8.4 e fase de 18.8%. Na etapa de reaparecimento a temperatura ambiente era de 24oC. A Lua estava com altitude de 26,1o , magnitude -8.5 e fase de 19.2%.

A atmosfera não beneficiou a execução das fotos, pois estava com um aspecto visual "sujo", por causa do tempo quente e muita poeira no ar.

O desaparecimento de Marte ocorreu no quadrante noroeste lunar (um pouco para o norte do quadrante), que estava escuro. O reaparecimento ocorreu no quadrante nordeste lunar (um pouco para o sul do quadrante), na região do MARE CRISIUM.

Os membros da equipe executaram as seguintes funções:

João Marcos e João França - observação e cronometragem;

Vaz Tolentino - fotografias

Carlos firmino - segurança.

Foto: A equipe de campo - Vaz Tolentino, João França, Carlos Firmino e João Marcos.

Cronometagem do evento (João Marcos e João França):

Abaixo estão os tempos cronometrados do evento, já deduzida a equação pessoal. A equação pessoal é o tempo de reação do observador, ou o tempo que o observador demora para acionar o cronômetro. Foi deduzida antes do evento e equivale a 0,33 segundos (33 décimos de segundo)
Tempos em UT (Universal Time):


Primeiro contato (início da imersão) = 21h29m16,0s
Segundo contato (fim da imersão) = 21h29m22,9s
Terceiro contato (início da emersão) = 22h34m36,4s
Quarto contato (fim da emersão) = 22h34m45,0s


Duração da imersão = 6,9 segundos
Duração da emersão = 8,6 segundos

FotoOutra visão do local dos trablahos com os equipamentos.

FotoA Lua e Marte, instantes antes da etapa de desaparecimento de Marte, às 18:28:56 Local TimeFoto executada com o Refrator Orion EON 80mm.

FotoSequência na etapa de desaparecimento de Marte no processo de ocultaçãoFotos executadas com o Refrator Orion EON 80mm.

FotoA sequência da etapa de reaparecimento de Marte. Fotos executadas com o Refrator Orion EON 120mm (Lua "baixa" e atmosfera "suja").

FotoMarte e Lua logo após à etapa de reaparecimento, às 19:35:36 Local time. Foto executada com o Refrator Orion EON 120mm (Lua "baixa" e atmosfera "suja").

FotoSequência da etapa de reaparecimento de Marte. Fotos executadas com o refrator Orion EON 120mm.

FotoO Prof. Vaz Tolentino e os Refratores Apocromáticos utilizados na cobertura do belo fenômeno astronômico de ocultação de Marte pela Lua.

Eclipse_lunar

Projeto de Observação do Eclipse ...
Projeto de Observação do Eclipse Lunar Total de 27 de Julho de 2018 no Lunissolar
Projeto de Observação do Eclipse Lunar Total de 27 de Julho de 2018 no Lunissolar Caros amigos, Acabamos de disponibilizar, em nosso portal de eclipses Lunissolar, uma versão temporária em inglês do projeto de ... Leia mais

Projeto de Observação do Eclipse Lunar Total de 27 de Julho de 2018 no Lunissolar ... Leia mais
09/10/2017
Sao

Blog "Sky and Observers" - outubro ...
Blog "Sky and Observers" - outubro 2017.
Caros(as) amigos(as), Neste mês estão publicados no Blog "Sky and Observers" os seguintes assuntos: - O asteroide (48) Doris em 2017! https://goo.gl/EM8s7M - O asteroide (42) Isis em 2017! https://goo.gl/iPTYu5 ... Leia mais

Caros(as) amigos(as), Neste mês estão publicados no Blog "Sky and ... Leia mais
01/10/2017
Boletim_observe

Boletim Observe! do mês de outubro ...
Boletim Observe! do mês de outubro de 2017.
O Boletim Observe! do mês de outubro de 2017 está disponível no endereço eletrônico abaixo: http://www.geocities.ws/costeira1/neoa/observe.pdf Leia a edição atual do Boletim Observe! Atenciosamente ... Leia mais

O Boletim Observe! do mês de outubro de 2017 está disponível no endereço ... Leia mais
01/10/2017
Telesc%c3%b3pio_icon3

Nelson Travnik: o astrônomo ...
Nelson Travnik: o astrônomo pioneiro!
Numa época em que tudo era difícil, veja abaixo o que o grande pioneiro da astronomia brasileira, Nelson Travnik, desenvolveu no Observatório Astronômico Flammarion, em Minas Gerais, nas décadas de 1950, 1960 e ... Leia mais

Numa época em que tudo era difícil, veja abaixo o que o grande pioneiro da astronomia ... Leia mais
01/10/2017