Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual

Mapa do Brasil na Lua

A descoberta do "Mapa do Brasil na Lua":

Conheça o artigo sobre a descoberta do "Mapa do Brasil na Lua", escrito por Prof. Ricardo José Vaz Tolentino do Vaz Tolentino Observatório Lunar, para o conceituado BOLETIM OBSERVE (edição maio/2011), do NEOA - JBS (Núcleo de Estudos e Observação Astronômica "José Brazilício de Souza" ), de Florianópolis, vinculado ao Instituto Federal de Santa Catarina, que tem como Coordenador de Observações Astronômicas o nosso amigo Alexandre Amorim (http://costeira1.astrodatabase.net/).

O endereço eletrônicodo BOLETIM OBSERVE é: http://costeira1.astrodatabase.net/neoa/observe.pdf

Abaixo mostramos o conteúdo do nosso artigo sobre o "MAPA DO BRASIL NA LUA" para o BOLETIM OBSERVE:

 

Cratera C. Mayer D: uma notável semelhança com o mapa do Brasil.

C. Mayer D (Lat: 62.1º N / Long: 18.6º E – Foto no Mapa LAC 13) é uma cratera de formato irregular, com diâmetro médio em torno de 70 Km e 1,5 km profundidade máxima, localizada no quadrante nordeste, perto do limbo norte da Lua.

                                                    

                                                    Fotoacima apresentamos a região da Lua mostrada na última foto deste artigo.

À noroeste de C. Mayer D, junto à sua borda, posiciona-se a cratera C. MAYER (coordenadas selenográficas Lat: 63.2º N , Long: 17.3º E, diâmetro: 38 Km, profundidade: 3 Km), da qual C. Mayer D herdou o nome, que foi definido em 1935 pela IAU (International Astronomical Union) em homenagem ao astrônomo e professor tcheco Christian Mayer (1719 – 1783). Analisando as imagens da região, chega-se à conclusão de que C. MAYER é uma cratera mais profunda e mais recente que C. Mayer D, pois suas bordas adentram os limites de C. Mayer D, que tem o piso coberto por lava e as paredes que delimitam seu contorno sofreram desmoronamentos e muitos desgastes provenientes por efeitos de micro impactos.

C. Mayer D apresenta um formato muito semelhante ao mapa do Brasil, inclusive com a presença de um impacto central, que criou a cratera C. Mayer F (coordenadas selenográficas Lat: 62.0º N , Long: 19.5º E), com 9 Km de diâmetro e 1,2 Km de profundidade, justamente na posição de Brasília.

                                                             

Para encontrar C. Mayer D, parte-se da bela dupla de crateras EUDOXUSARISTOTELES, localizadas logo ao norte dos MONTES CAUCASUS. Traça-se uma reta imaginária em direção ao norte, partindo no centro da cratera EUDOXUS e chegando ao centro da cratera ARISTOTELES. Desse ponto, continua-se com a reta, cerca de uma vez e meia da distância anterior, atravessando o MARE FRIGORIS, até chegar-se à cratera C. Mayer D, na parte do “mapa” que representaria o Estado do Rio Grande do Sul.

                                                    

A distância entre ARISTOTELES e C.Mayer D, de borda a borda, é de aproximadamente 300 Km.

O melhor período para observação de C. Mayer D seria no sexto e sétimo dias após a Lua Nova e no quarto e quinto dias após a Lua Cheia.

Vaz Tolentino Observatório Lunar (www.vaztolentino.com.br) capturou a imagem da cratera C. Mayer D mostrada abaixo, a qual carinhosamente foi “batizada” como “Terra Brasilis”, no dia 22/02/2011, às 02h31m, hora local (4 dias após a Lua Cheia).

Foto executada com 300X de aumento e apenas 1 “frame”, utilizando o telescópio refletor dobsoniano SkyWatcher Flex Tube de 305mm, câmera Orion StarShoot Solar System Color Imaging III Barlow Celestron Ultima 2X.

Nunca antes se tinha ouvido falar sobre o mapa do Brasil na Lua!

Foto: Mapa do Brasil na Lua - Map of Brazil on the Moon.

Foto: O Mapa do Brasil na Lua (foto por Tolentino) e o Astronauta Marcos Pontes (foto por joão Marcos).

O astronauta brasileiro Marcos Pontes e o mapa do Brasil na Lua !

Durante o 17º EREA (Encontro Regional de Ensino de Astronomia), realizado em maio de 2011 em Belo Horizonte, o VTOL (Vaz Tolentino Observatório Lunar), expôs algumas fotografias da Lua. Nessa oportunidade, o astronauta brasileiro Marcos Pontes ficou muito admirado por saber da existência de uma cratera lunar com o formato do mapa do Brasil.

Trata-se da Cratera C. Mayer D, fotografada pelo VTOL em fevereiro/2011, carinhosamente “rebatizada”  por nossa equipe como “Terra Brasilis”.

O astronauta elogiou muito nossa foto e disse que nunca ouviu falar sobre a existência do “mapa do Brasil na Lua”. 

Oasi

O município do sertão de ...
O município do sertão de Pernambuco agora também está no espaço!
O município de Itacuruba, que fica no sertão de Pernambuco, agora também está no espaço. A cidade com menos de 5 mil habitantes deu seu nome para o asteroide 10468 EH9, descoberto em 1981. O asteroide “10468 ... Leia mais

O município de Itacuruba, que fica no sertão de Pernambuco, agora também ... Leia mais
02/06/2017
So

Blog "Sky and Observers" junho/2017
Blog "Sky and Observers" junho/2017
Neste mês (junho / 2017), no Blog "Sky and Observers" do nosso amigo Antônio Rosa Campos / CEAMIG, foram publicados os seguintes assuntos: - A ocultação de sigma Leo pela Lua em 02 de junho 2017! - A ... Leia mais

Neste mês (junho / 2017), no Blog "Sky and Observers" do nosso amigo Antônio ... Leia mais
01/06/2017
Bo1

Boletim Observe! do mês de junho ...
Boletim Observe! do mês de junho de 2017.
O Boletim Observe! do mês de junho de 2017 está disponível no endereço eletrônico abaixo: http://www.geocities.ws/costeira1/neoa/observe.pdf Leia a edição atual do Boletim Observe! Margarete ... Leia mais

O Boletim Observe! do mês de junho de 2017 está disponível no endereço ... Leia mais
27/05/2017
Asteroide_day

Edição de 2017 do "Asteroid Day" ...
Edição de 2017 do "Asteroid Day" – Dia do Asteroide.
Caríssimo(a): Convidamos você para fazer parte da edição de 2017 do Asteroid Day – Dia do Asteroide. No dia 30 de junho várias entidades astronômicas, científicas e culturais de todo o mundo ... Leia mais

Caríssimo(a): Convidamos você para fazer parte da edição de 2017 do ... Leia mais
05/05/2017