Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual

Missão URSS Luna 9

MISSÃO SOVIÉTICA LUNA 9 (LUNIK 9):

                                          

                                                                                                            

Há quarenta e cinco anos atrás, no dia 03 de fevereiro de 1966, a sonda lunar LUNA 9, da extinta União Soviética, fez o primeiro pouso suave num corpo celeste fora do nosso planeta e transmitiu informações fotográficas diretamente da superfície lunar para Terra.

                              

                             ImagemRoscosmos - Agência espacial federal russa.

O principal instrumento da sonda era uma câmera fotográfica que executou três panoramas lunares antes de suas baterias terminassem. A missão Luna 9 mostrou que a superfície da Lua era sólida e não uma armadilha perigosa de poeira fofa.

As primeiras imagens da Lua enviadas de volta, foram interceptados pelo radio-telescópio do observatório Jodrell Bank, perto de Manchester, na Inglaterra.  Elas foram transformadas em imagens usando um aparelho de fax. 

                                    

ImagemMissão Luna 9. - Um cientista soviético afirmou na época: " o chão parecia ser feito como um chocolate escuro e poroso, como rocha vulcânica ou lava".

No entanto, os britânicos não sabiam que proporção ou escala os soviéticos estavam usando para decodificar as imagens. A imagem resultante da interceptação, foi enviada para a imprensa antes dos soviéticos.

A sonda Luna 9 alunissou em em 03 de fevereiro de 1966 às 18:55 UT, numa região localizada a oeste do Oceanus Procellarum, conhecido como Planitia Descendus, perto das crateras Cavalerius e Galilaei .

A alunissagem ajudou a impulsionar a corrida espacial como mais uma evolução no caminho para que o homem pudesse, algum dia, pisar na Lua. A missão Luna 9 foi uma grande conquista e nosso primeiro olhar direto na superfície lunar, antes do início da missão americana Surveyor, em maio de 1966 e depois a missão Apollo 11, em 1969.

A sonda lunar automática alunissou com seus 99 kg, utilizando um “saco de pouso” que amorteceu um impacto de 15 metros / segundo (54 km / h). A sonda consistia de um recipiente hermeticamente fechado, com equipamentos de rádio, um dispositivo de temporização programável, sistemas de controle de calor, aparelhos científicos, fontes de alimentação e um sistema de televisão. 

A sonda Luna 9 foi levada para a órbita da Terra pelo foguete Molniya 8K78M de quatro estágios e, em seguida, foi transportada para a Lua pelo quarto e último estágio do foguete, que depois se separou da valiosa carga pouco antes da Luna 9 alunissar.

Após a alunissagem no Oceanus Procellarum, em 3 de fevereiro, as “quatro pétalas”, que cobriam a metade superior da nave, abriram-se e estabilizaram a nave espacial na superfície lunar. 

               

                        Imagemhistoricspacecraft.com.

Antenas controladas por molas assumiram posições de operação, e o sistema de espelhos rotativos da câmera de televisão, que operava através da rotação e inclinação, iniciou um levantamento fotográfico do ambiente lunar. Três séries de imagens foram transmitidas, totalizando 8 horas e 5 minutos.

Quando montadas, as imagens forneceram uma vista panorâmica da superfície lunar nas proximidades do ponto de alunissagem. As imagens incluíam vistas das rochas próximas e o horizonte a 1,4 km de distância da nave espacial.

Em 03 de fevereiro de 1966, a Rádio BBC (British Broadcasting Corporationde Londres, narrou a seguinte notícia sobre o pouso da sonda LUNA 9:

" Os soviéticos fizeram o primeiro pouso controlado de uma nave espacial na Lua. 

A sonda Luna 9 fez seu pouso suave em 21h45m no horário de Moscou (18h45m UT).

A sonda começou imediatamente a tirar fotos de seus arredores.

Pela primeira vez, a Lua é observada ao nível da superfície. A área fotografada está a oeste das crateras de Reiner e Marius no Oceano das Tormentas (Oceanus Procellarum). 
A União Soviética ainda não liberou as fotografias para o resto do mundo. 
A alunissagem também confirma evidências a partir de fotografias enviadas pela sonda americana Ranger, de que a superfície da Lua é firme, e não coberta com uma camada macia de pó como alguns astrônomos pensavam.
A prova de que os astronautas visitando a Lua não irão afundar em uma areia movediça empoeirada, dará um novo impulso à corrida para enviar o primeiro homem para caminhar na lua.
A possibilidade do envio de um cosmonauta russo para a Lua até 1970, foi mencionado por vários comentaristas.

Em uma entrevista coletiva televisionada, um cientista soviético disse que a superfície da lua parecia estar cheio de pedras, onde Luna 9 desceu. Ele disse que "o chão parecia ser feito como um chocolate escuro e poroso, como rocha vulcânica ou lava".

Sir Bernard Lovell, diretor do radio-telescópio britânico de Cheshire (Jodrell Bank), que acompanhou a trajetória do foguete russo, presta sua homenagem à conquista. Ele disse: "É um momento histórico. É a realização final, necessária para um pouso tripulado na Lua". 

A configuração exata dos instrumentos a bordo sonda Luna 9
 permanece em segredo, embora se pense que eles teriam sido capazes de registrar a temperatura, pressão e natureza da superfície lunar. Haveria também, equipamento de rádio para enviar informações de volta para a Terra.

Uma das coisas que poderão ser medidas é a capacidade da superfície da Lua de suportar objetos muito pesados, tais como espaçonaves tripuladas ".

               

ImagemCartaz Soviético - Este cartaz foi impresso em 1966, em Moscou. A legenda no canto inferior direito diz o seguinte: "Para você, a Humanidade!" A imagem mostra um cosmonauta desembrulhando a  Lua. No papel de embrulho vê-se o "martelo e a foice", símbolo da extinta URSS. No topo da Lua está o emblema pentagonal da missão Luna 9 e sua alunissagem suave. Este cartaz mostra, de uma forma muito gráfica, a conexão direta com a noção de que os cosmonautas soviéticos seriam os escolhidos "desvendar" as maravilhas do mundo lunar para os povos da Terra. - Swann Auction Galleries, New York.

Data e Hora do lançamento

31 de Janeiro de 1966, às 11:45:00 UT;

Veículo de Lançamento:

Molniya 8K78M (4-Stage R-7 / SS-6);

Data, Hora e Coordenada da Alunissagem:

3 de fevereiro de 1966, às 18:44:52 UT, nas coordenadas  Lat: 7° 7′ 48″ N, Long: 64° 22′ 12″ W.

Duração da Missão:

6 dias. A última transmissão ocorreu em 6 de fevereiro de 1966, às 22:55 UT.

 

FonteBritish Broadcasting Corporation.

Tv1

MEMÓRIA - Refrator alemão C. A. ...
MEMÓRIA - Refrator alemão C. A. Steinheil de 175 mm.
MEMÓRIA A CURIOSA TRAJETÓRIA DE UMA LUNETA POR TRÊS OBSERVATÓRIOS PAULISTAS Por Nelson Travnik* Década de 1920. Dois anos somente após a assinatura do armistício com o Tratado de Versailles, ... Leia mais

MEMÓRIA A CURIOSA TRAJETÓRIA DE UMA LUNETA POR TRÊS OBSERVATÓRIOS ... Leia mais
08/12/2017
Almanaque_2018

"Almanaque Astronômico - 2018".
"Almanaque Astronômico - 2018".
Caros(as) amigos(as)! Como ocorre todos os anos nesta data em que comemoramos o Dia da Astronomia no Brasil, informo que já está disponível para download o "Almanaque Astronômico - 2018". O endereço ... Leia mais

Caros(as) amigos(as)! Como ocorre todos os anos nesta data em que comemoramos o Dia da ... Leia mais
03/12/2017
Boletim_observe

O Boletim Observe! do mês de ...
O Boletim Observe! do mês de dezembro de 2017.
Nobres colegas, O Boletim Observe! do mês de dezembro de 2017 está disponível no endereço eletrônico mencionado a seguir: http://www.geocities.ws/costeira1/neoa/observe.pdf Leia a ... Leia mais

Nobres colegas, O Boletim Observe! do mês de dezembro de 2017 está ... Leia mais
02/12/2017
So

Sky and Observers - Novembro / ...
Sky and Observers - Novembro / 2017.
Caros(as) amigos(as), Neste mês estão publicados no Blog "Sky and Observers" os seguintes assuntos: - O asteroide (59) Elpis em 2017! https://goo.gl/HvJD3e - O asteroide (20) Massalia em 2017! ... Leia mais

Caros(as) amigos(as), Neste mês estão publicados no Blog "Sky and ... Leia mais
06/11/2017