Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual
Cratera CLAVIUS em 23‎ de ‎junho‎ de ‎2018, ‏‎19:53:58.
(créditos: Vaz Tolentino.)

Informações sobre a Foto

Cratera CLAVIUS em 23‎ de ‎junho‎ de ‎2018, ‏‎19:53:58.

(créditos: Vaz Tolentino.)

Cratera CLAVIUS:

Diâmetro: 225 Km;

Profundidade: 4,9 Km

Coordenadas Selenográficas: LAT: 58° 24′ 00″ S, LON: 14° 24′ 00″ W.

Período Geológico Lunar: Nectárico (Nectarian): 3,92 bilhões até 3,85 bilhões anos atrás.

Melhor período de observação: 1 dia após o quarto-crescente ou no quarto minguante.

Quem foi CLAVIUS? Christopher CLAVIUS (1538 – 1612) foi um jesuíta, matemático e astrônomo germânico. Ele também foi um dos principais projetistas do calendário gregoriano moderno. Foi provavelmente o mais respeitado astrônomo da Europa em seu tempo.

CLAVIUS é uma enorme e antiga cratera existente nas terras altas perto do polo sul lunar, numa região acidentada e montanhosa, crivada de antigas crateras de impacto. Suas paredes internas são irregulares, apresentando deformações e um grande declive. Por causa de sua ampla dimensão, CLAVIUS é considerada por alguns selenógrafos como “planície murada”. Ela está inserida numa categoria intermediária que define a transição de cratera complexa para bacia.

As paredes de CLAVIUS avançam um pouco por sobre a redondeza exterior, sendo que as características dessas paredes variam ao longo de sua curvatura não muito regular. A partir da metade da borda norte, circulando até o oeste, terraços são mais grosseiros e largos. Porém, para o sul, as paredes são notoriamente desgastadas, deixando o aro bastante mal definido.

O piso interno de CLAVIUS, extenso e plano, apresenta resquícios do pico de uma montanha central (próximo da borda oeste de Clavius D), que se eleva por pouco mais de 800 m acima do fundo da cratera. Seu piso também revela os sinais da bateria de impactos que sofreu, hospedando muitas crateras pequenas. Essas pequenas crateras são alvos adequados para testar a resolução de pequenos telescópios.

Logo, além de seu grande porte que a torna uma das maiores crateras da face visível da Lua, a mais interessante característica de CLAVIUS é a presença do grande número de crateras menores em seu interior e por sobre suas bordas. As duas maiores crateras hospedadas por CLAVIUS são PORTER (diâmetro: 51 Km, profundidade: 4,94 Km) e RUTHERFURD (diâmetro: 51 Km, profundidade: 2,9 Km).

PORTER, com seus 51 Km de diâmetro, está localizada por sobre a borda nordeste de CLAVIUS e adentra parte do piso interno baixo da grande cratera.

Do lado contrário, por sobre a borda sul de CLAVIUS e adentrando seu piso interno, está presente a cratera RUTHERFURD (ex Clavius A), com seus 51 Km de diâmetro. A partir de RUTHERFURD inicia-se um arco de círculo,  composto por crateras com diâmetros decrescentes (Clavius D com 28 Km de diâmetro, Clavius C com 21 Km, Clavius N com 13 Km e Clavius J com 12 Km), criando uma figura harmônica.

FotoComposição mostrando a grande cratera CLAVIUS em dois tempos. É interessante notar que a diferença de inclinação da circunferência de CLAVIUS deve-se ao movimento de libração lunar, em dois momentos distintos. Fotos executadas por VTOL em 30‎ de ‎maio‎ de ‎2012, ‏‎21:34:22 (quadro menor) e 01‎ de ‎maio‎ de ‎2013, ‏‎03:19:34.

PORTER e RUTHERFURD foram criadas por impactos que ocorreram sobre os terrenos irregulares, acidentados e desnivelados das bordas de CLAVIUS. Dessa forma, as duas jovens crateras estão num declive muito grande para dentro da grande e velha cratera.

A morfologia da área do piso central de CLAVIUS é muito complicada, o que torna difícil definir com certeza as idades das crateras menores em seu interior. Porém, estima-se que CLAVIUS deve ter em torno de quase 4 bilhões de anos.

 

FotoLua cheia mostrando a área de abrangência da imagem apresentada de CLAVIUS e o perfil altimétrico N – S da grande cratera - VTOL e NASA/LRO QuickMap.

Foto executada com apenas 1 frame em ‎16‎ de ‎abril‎ de ‎2016, ‏‎19:56:06 (22:56:06 UT).

Foto executada com apenas 1 frame em 01‎ de ‎maio‎ de ‎2013, ‏‎03:51:18 (06:51:18 UT).

Foto executada com apenas 1 frame em ‎23‎ de ‎junho‎ de ‎2018, ‏‎19:53:58 (22:53:58 UT).

Explos%c3%a3o_meteoro

NASA detecta intensa explosão de ...
NASA detecta intensa explosão de meteorito na atmosfera da Terra.
NASA detecta intensa explosão de meteorito na atmosfera da Terra. (Enviado por Haroldo Porto - Macaé / RJ - Geógrafo - Especialista em Georreferenciamento de Imóveis Rurais). Este caso é o segundo mais forte em ... Leia mais

NASA detecta intensa explosão de meteorito na atmosfera da Terra. (Enviado por Haroldo ... Leia mais
20/03/2019
So2

Blog "Sky and Observers" - março / ...
Blog "Sky and Observers" - março / 2019.
Olá pessoal! Neste mês (março/2019) estão publicados no Blog "Sky and Observers" os seguintes assuntos: Ocultação: A ocultação de Saturno pela Lua em 29 de março 2019 ... Leia mais

Olá pessoal! Neste mês (março/2019) estão publicados no Blog ... Leia mais
05/03/2019
Bo

Boletim Observe! do mês de março ...
Boletim Observe! do mês de março de 2019.
Nobres colegas: O Boletim Observe! do mês de março de 2019 está disponível no endereço eletrônico mencionado a seguir: http://www.geocities.ws/costeira1/neoa/observe.pdf Leia a edição ... Leia mais

Nobres colegas: O Boletim Observe! do mês de março de 2019 está ... Leia mais
05/03/2019
Apollo_11_landing_s%e2%81%abite

Reveja a bela imagem do local de ...
Reveja a bela imagem do local de alunissagem da missão APOLLO 11, feita pela sonda lunar americana LRO.
A Câmera da sonda lunar robótica americana Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) tirou seu melhor visual do local de pouso da APOLLO 11 na Lua. A imagem, que foi lançada em 7 de março de 2012, mostra até mesmo os ... Leia mais

A Câmera da sonda lunar robótica americana Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) tirou ... Leia mais
16/02/2019