Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual
A enorme cratera DESLANDRES e sua catena sem nominação.
(créditos: Vaz Tolentino.)

Informações sobre a Foto

A enorme cratera DESLANDRES e sua catena sem nominação.

(créditos: Vaz Tolentino.)

Cratera DESLANDRES:

Diâmetro: 256 Km;

Profundidade: 1,6 Km;

Período Geológico Lunar: Pré-Nectárico (de 4,5 bilhões até 3,92 bilhões da anos atrás).

Coordenadas Selenográficas: LAT: 32° 30′ 00″ S, LON: 05° 12′ 00″ W;

Melhor período para observação: No quarto-minguante ou 6 dias após a Lua cheia.

Quem foi DESLANDRES? Henri Alexandre Deslandres (1853 - 1948) foi um astrônomo francês, diretor do Observatório de Paris.

DESLANDRES é uma enorme e antiga cratera de impacto localizada junto à margem sudeste do Mare NUBIUM, nas terras altas da região sul lunar. DESLANDRES tem paredes irregulares, muito erodidas e desgastadas por impactos subsequentes. Possui um piso interno inundado por lava (a superfície do piso não se apresenta escuro sob Sol alto, ou seja, a lava do piso é diferente daquelas encontradas nos mares lunares), o que criou um aspecto plano e diminuiu bastante sua profundidade original, que provávelmente teria cerca de 5 ou 6 Km. O piso também é cravejado por minúsculas crateras de impacto (algumas crateras secundárias formadas pelos escombros ejetados nas criações das grandes crateras vizinhas mais jovens), o que produziu um aspecto poroso. DESLANDRES é circundada pelas crateras REGIOMONTANUS (nordeste), WALTHER (leste), LEXELL (sul) e BALL (sudoeste). As três ultimas crateras citadas adentram as paredes de DESLANDRES.

A cratera HELL (diâmetro: 33 Km, profundidade: 2,2 Km) localiza-se na parte leste de seu piso interno. Outras crateras de destaque que estão hospedadas no piso interno de DESLANDRES são: Hell A (diâmetro: 22 Km), Hell B (diâmetro: 22 Km) e Hell C (14 Km).

No quadrante nordeste do piso interno de DESLANDRES está presente uma cadeia retilínea (Catenacomposta por, pelo menos, 5 pequenas crateras mais destacadas. A interessante Catena, que não possui identificação ou nominação na IAU (International Astronomical Union), tem aproximadamente 32 Km de extensão. A maior cratera da cadeia, aquela que fica mais ao norte, tem aproximadamente 8,5 Km de diâmetro e 650 m de profundidade. A cratera mais ao sul tem cerca de 5,5 Km de diâmetro e 440 m de profundidade. Provavelmente, essa cadeia retilínea de pequenas crateras tenha sido criada por impactos subsequentes provenientes de um cometa ou asteróide fragmentado.

ImagemFoto executada pela sonda robótica Lunar Orbiter da NASA, em voo orbital, mostrando a catena sem nome no piso interno de DESLANDRES - NASA.

ImagemParte do Mapa LAC-95 da NASA, mostrando a catena sem nominação no piso de DESLANDRES - NASA.

ImagemFoto da catena sem nome no interior da cratera DESLANDRES, obtida em voo orbital pela sonda lunar robótica LRO da NASA.

Foto executada com apenas 1 frame em 11‎ de ‎novembro‎ de ‎2013, ‏‎21:37:10.

Foto executada com apenas 1 frame em 11‎ de ‎novembro‎ de ‎2013, ‏‎21:37:10 (00:37:10 UT).

Foto executada com apenas 1 frame em ‎27‎ de ‎abril‎ de ‎2015, ‏‎20:19:12 (23:19:12 U).

Bolobs

Boletim Observe - edição de ...
Boletim Observe - edição de agosto / 2017
O Boletim Observe! do mês de agosto de 2017 está disponível no endereço eletrônico abaixo: http://www.geocities.ws/costeira1/neoa/observe.pdf Leia a edição atual do Boletim Observe! ... Leia mais

O Boletim Observe! do mês de agosto de 2017 está disponível no endereço ... Leia mais
27/07/2017
Cometa

Há 20 anos...O gelo que veio do ...
Há 20 anos...O gelo que veio do espaço - por Nelson Travnik.
Há 20 anos, O GELO QUE VEIO DO ESPAÇO Por Nelson Travnik* nelson-travnik@hotmail.com Enormes pedras de gelo caem em Campinas e Itapira, SP, provocando estragos e sustos. Pelas suas proporções, o evento ainda é ... Leia mais

Há 20 anos, O GELO QUE VEIO DO ESPAÇO Por Nelson Travnik* ... Leia mais
12/07/2017
Oasi

O município do sertão de ...
O município do sertão de Pernambuco agora também está no espaço!
O município de Itacuruba, que fica no sertão de Pernambuco, agora também está no espaço. A cidade com menos de 5 mil habitantes deu seu nome para o asteroide 10468 EH9, descoberto em 1981. O asteroide “10468 ... Leia mais

O município de Itacuruba, que fica no sertão de Pernambuco, agora também ... Leia mais
02/06/2017
So

Blog "Sky and Observers" junho/2017
Blog "Sky and Observers" junho/2017
Neste mês (junho / 2017), no Blog "Sky and Observers" do nosso amigo Antônio Rosa Campos / CEAMIG, foram publicados os seguintes assuntos: - A ocultação de sigma Leo pela Lua em 02 de junho 2017! - A ... Leia mais

Neste mês (junho / 2017), no Blog "Sky and Observers" do nosso amigo Antônio ... Leia mais
01/06/2017