Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual
Antonia Maury - a astrônoma americana e sua cratera na Lua.
(créditos: Vaz Tolentino)

Informações sobre a Foto

Antonia Maury - a astrônoma americana e sua cratera na Lua.

(créditos: Vaz Tolentino)

Crateras na Lua que homenageiam importantes personalidades femininas da história.

Com os objetivos de homenagear as mulheres no “Dia Internacional da Mulher de 2017” e também, relembrar as trajetórias e histórias de importantes mulheres que estavam à frente de seu tempo, resolvemos publicar uma série de selenofotografias feitas através dos telescópios do VTOL, enfocando um grupo específico de crateras lunares, existentes no hemisfério visível da Lua, que foram nomeadas pela International Astronomical Union (IAU) em honra da memória de certas mulheres, que foram diferenciadas e fantásticas em suas épocas.

Publicações anteriores dessa série:

Mosáico com as fotos das crateras que homenageiam mulheres importantes, presentes no hemisfério visível da Lua:

http://vaztolentino.com.br/imagens/7461-Crateras-que-homenageiam-importantes-MULHERES

Quais são e onde estão localizadas as crateras que homenageiam mulheres importantes, tanto no hemisfério visível, quanto no hemisfério oculto:

http://vaztolentino.com.br/imagens/7462-Magnificas-mulheres-na-Lua

Abaixo estão os links das selenofotografias já publicadas da série "mulheres fora de série da história". Essas mulheres de alguma forma se destacaram, contribuíram positivamente para o desenvolvimento da ciência e marcaram suas épocas.

Primeira selenofotografia da série:  Anne Sheepshanks (1789-1876): benfeitora britânica na área da astronomia.

http://vaztolentino.com/imagens/7463-Anne-Sheepshanks-a-benfeitora-britanica-e-sua-cratera-na-Lua

 

Segunda selenofotografia da série:

Antonia Coetana de Paiva Pereira Maury (1866 - 1952): astrônoma americana.

Antonia Coetana de Paiva Pereira Maury (1866 - 1952) foi uma importante astrônoma americana que publicou um importante catálogo pioneiro de espectros estelares. Antonia Maury nasceu em Cold Spring, Nova York. Seu pai e sua mãe eram Rev. Mytton Maury e Virginia Draper.

Depois de terminar seus estudos de graduação, Maury foi trabalhar no Harvard College Observatory como uma das chamadas "Harvard Computers", mulheres altamente qualificadas que processaram dados astronômicos. Nesse posto, Maury observou espectros estelares e publicou um importante catálogo de classificações em 1897.

Em 1908, Maury voltou ao Harvard College Observatory, onde permaneceu por muitos anos. Seu trabalho mais famoso foi a análise espectroscópica da estrela binária Beta Lyrae, publicada em 1933.

Após a aposentadoria, Maury atuou pela natureza e na conservação ambiental. Ela gostava de observar pássaros, e ela lutou para salvar as árvores da espécie sequoia ocidental de serem derrubadas durante o tempo de guerra.

Em 1943, Antonia Maury foi condecorada com o Prêmio Annie Jump Cannon Award in Astronomy, pela Sociedade Astronômica Americana.

A cratera lunar MAURY teve seu nome compartilhado por outra personalidade, além de  Antonia Maury. Na realidade e originalmente, a referida cratera tinha sido nominada em homenagem ao eclético primo de Antonia, Mr. Matthew Fontaine Maury (1806 – 1873), que foi comandante da Marinha de Estados Unidos, além também de astrônomo, astrofísico, historiador, oceanógrafo, meteorologista, cartógrafo, autor, geólogo e professor. MAURY é a única cratera lunar que compartilha seu nome para homenagear dois primos.

A cratera MAURY foi nominada pela International Astronomical Union (IAU) em 1935, para homenagear e imortalizar a memória da ilustre astrônoma Antonia Maury. Essa cratera também pussui 12 crateras satélites (Maury A, Maury B, ...). A cratera MAURY apresenta 17,6 Km de diâmetro e 3,4 Km de profundidade e está localizadas a cerca de 215 Km a nordeste da grande cratera de piso fraturado POSIDONIUS (diâmetro: 100 Km, profundidade: 1,37 Km), nas coordenadas selenográficas LAT: 37° 06′ 00″ N, LON: 039° 36′ 00″ E. As melhores oportunidades para observar a cratera MAURY, encontram-se no sexto dia após à Lua nova ou no quinto dia após à Lua cheia.

Composição: A cratera MAURY fotografada em voo orbital pela sonda lunar robótica LRO da NASA.

Foto executada com apenas 1 frame em ‎10‎ de ‎abril‎ de ‎2012, ‏‎05:04:20 (08:04:20 UT).

Apollo_11_landing_s%e2%81%abite

Reveja a bela imagem do local de ...
Reveja a bela imagem do local de alunissagem da missão APOLLO 11, feita pela sonda lunar americana LRO.
A Câmera da sonda lunar robótica americana Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) tirou seu melhor visual do local de pouso da APOLLO 11 na Lua. A imagem, que foi lançada em 7 de março de 2012, mostra até mesmo os ... Leia mais

A Câmera da sonda lunar robótica americana Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) tirou ... Leia mais
16/02/2019
Opportunity

Opportunity está inoperante após ...
Opportunity está inoperante após 15 anos de atuação recorde em Marte.
Opportunity, o veículo explorador robótico ("rover") da NASA, que pousou em Marte em 25 de janeiro de 2014, está inoperante após 15 anos de atuação recorde no planeta vermelho. Uma das grandes ... Leia mais

Opportunity, o veículo explorador robótico ("rover") da NASA, que pousou em ... Leia mais
13/02/2019
So2

O asteroide (48) Doris em 2019 - ...
O asteroide (48) Doris em 2019 - Blog Sky & Observers!
Caros(as) amigos(as)! O asteroide (48) Doris em 2019! O asteroide (48) Doris em 2019! Um grande e fraterno abraço, Antônio Campos arcampos_0911@yahoo.com.br Visite: http://sky-observers.blogspot.com.br/ ... Leia mais

Caros(as) amigos(as)! O asteroide (48) Doris em 2019! O asteroide (48) Doris em ... Leia mais
03/02/2019