Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual
LUNA 9 e a grande certeza para as futuras missões tripuladas
(créditos: Vaz Tolentino.)

Informações sobre a Foto

LUNA 9 e a grande certeza para as futuras missões tripuladas

(créditos: Vaz Tolentino.)
Veja a imagem da Lua cheia com todos os pontos onde ocorreram as alunissagens suaves no link abaixo:
 
 
 
Primeiro pouso suave na Lua: Sonda robótica soviética Luna 9:
 

LUNA 9 e a grande certeza para as futuras missões tripuladas.

A confirmação:

Meados da década de 1960. A guerra fria e a corrida espacial entre EUA e URRS seguiam “quentes”. A URSS deu um largo passo à frente dos EUA, pousando de forma suave, pela primeira vez na história da humanidade, uma nave espacial (sonda robótica) em outro mundo, ou seja, na Lua!

Com esse pouso seguro e suave na superfície lunar, houve a grande constatação da missão Luna 9, que garantiu tranquilidade para futuras missões de alunissagem, tripuladas ou não: a confirmação de que a superfície lunar era sólida e segura, não uma espécie de "pântano movediço" profundo, constituído de pequenos fragmentos de rochas e muita poeira fina (regolito).

A alunissagem:

Há 52 anos atrás, no dia 03 de fevereiro de 1966, a sonda lunar LUNA 9, da extinta União Soviética, fez o primeiro pouso suave da história num corpo celeste fora do nosso planeta e transmitiu informações fotográficas diretamente da superfície lunar para Terra.

O principal conjunto de instrumentos embarcado na sonda Luna 9 era um sistema de câmeras, que executou três panoramas lunares antes que suas baterias terminassem. Com seu pouso seguro e suave, juntamente com as imagens transmitidas, a missão Luna 9 mostrou que a superfície da Lua era sólida e não uma armadilha perigosa de poeira fofa.

A sonda Luna 9 alunissou em em 03 de fevereiro de 1966 às 18:55 UT, numa região localizada a oeste do Oceanus Procellarum, conhecido como Planitia Descendus, perto das crateras Cavalerius e Galilaei, nas coordenadas selenográficas LAT: 07° 04′ 48″ N, LON: 064° 22′ 12″ W.

A alunissagem “turbinou” a corrida espacial como mais uma evolução, ajudando a pavimentar o caminho para que o homem pudesse, futuramente, pisar na Lua. A missão Luna 9 foi uma enorme conquista, sendo nosso primeiro olhar direto (“in loco”) na superfície lunar.

A sonda Luna 9 foi levada para a órbita da Terra pelo foguete Molniya 8K78M de quatro estágios. Na etapa final da viagem, a sonda foi transportada para a Lua pelo quarto e último estágio do foguete, que depois se separou da valiosa carga, pouco antes da Luna 9 alunissar.

A sonda lunar:

ImagemA sonda lunar robótica soviética Luna 9, no espaço (esquerda) e na superfície lunar, com suas 4 "pétalas" (direita).

A sonda lunar robótica alunissou com seus 99 kg, utilizando um “saco de pouso” que amorteceu um impacto de 15 m/s (54 km / h). A sonda consistia de um recipiente hermeticamente fechado, com equipamentos de rádio, um dispositivo de temporização programável, sistemas de controle de calor, aparelhos científicos, fontes de alimentação e sistema câmeras.

Logo após a alunissagem nas lavas escuras do Oceanus Procellarum, as quatro "pétalas”, que cobriam a metade superior da sonda, abriram-se e estabilizaram a nave espacial na superfície lunar. Antenas controladas por molas assumiram posições de operação e o sistema de espelhos rotativos da câmera de televisão, que operava através da rotação e inclinação, iniciou um levantamento fotográfico do ambiente lunar. Três séries de imagens foram transmitidas, totalizando 8 horas e 5 minutos.

Quando montadas, as imagens forneceram uma vista panorâmica da superfície lunar nas proximidades do ponto de alunissagem. As imagens incluíam vistas das rochas próximas e o horizonte a 1,4 km de distância da nave espacial. Assim, pela primeira vez na história, a Lua foi observada ao nível de sua superfície. 

Foto executada com apenas 1 frame em 02‎ de ‎julho‎ de ‎2012, ‏‎02:43:20 (05:43:20 UT).

Foto executada com apenas 1 frame em ‎13‎ de ‎maio‎ de ‎2014, ‏‎22:58:32 (01:58:32 UT).
 
Foto executada com apenas 1 frame em 02‎ de ‎julho‎ de ‎2012, ‏‎02:43:20 (05:43:20 UT).
Explos%c3%a3o_meteoro

NASA detecta intensa explosão de ...
NASA detecta intensa explosão de meteorito na atmosfera da Terra.
NASA detecta intensa explosão de meteorito na atmosfera da Terra. (Enviado por Haroldo Porto - Macaé / RJ - Geógrafo - Especialista em Georreferenciamento de Imóveis Rurais). Este caso é o segundo mais forte em ... Leia mais

NASA detecta intensa explosão de meteorito na atmosfera da Terra. (Enviado por Haroldo ... Leia mais
20/03/2019
So2

Blog "Sky and Observers" - março / ...
Blog "Sky and Observers" - março / 2019.
Olá pessoal! Neste mês (março/2019) estão publicados no Blog "Sky and Observers" os seguintes assuntos: Ocultação: A ocultação de Saturno pela Lua em 29 de março 2019 ... Leia mais

Olá pessoal! Neste mês (março/2019) estão publicados no Blog ... Leia mais
05/03/2019
Bo

Boletim Observe! do mês de março ...
Boletim Observe! do mês de março de 2019.
Nobres colegas: O Boletim Observe! do mês de março de 2019 está disponível no endereço eletrônico mencionado a seguir: http://www.geocities.ws/costeira1/neoa/observe.pdf Leia a edição ... Leia mais

Nobres colegas: O Boletim Observe! do mês de março de 2019 está ... Leia mais
05/03/2019
Apollo_11_landing_s%e2%81%abite

Reveja a bela imagem do local de ...
Reveja a bela imagem do local de alunissagem da missão APOLLO 11, feita pela sonda lunar americana LRO.
A Câmera da sonda lunar robótica americana Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) tirou seu melhor visual do local de pouso da APOLLO 11 na Lua. A imagem, que foi lançada em 7 de março de 2012, mostra até mesmo os ... Leia mais

A Câmera da sonda lunar robótica americana Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) tirou ... Leia mais
16/02/2019