Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual
A jovem e proeminente cratera KEPLER.
(créditos: Vaz Tolentino.)

Informações sobre a Foto

A jovem e proeminente cratera KEPLER.

(créditos: Vaz Tolentino.)

Cratera KEPLER:

Diâmetro: 29 Km;

Profundidade: 2,68 Km

Coordenadas Selenográficas: LAT: 08° 06′ 00″ N, LON: 38° 00′ 00″ W.

Período Geológico LunarCopernicano (Copernican): 1,1 bilhão de anos atrás até os dias atuais.

Melhor período de observação: 3 dias após o quarto-crescente e 2 dias após o quarto-minguante.

Quem foi Kepler ? Johannes Keppler foi um astrônomo e matemático alemão (1571 – 1630). Figura chave da revolução científica do séc. XVII. Conhecido por formular as 3 leis da mecânica celeste (ramo da astronomia que estuda os movimentos dos corpos no espaço, onde a principal força é a gravitacional), conhecidas como Leis de Kepler. As 3 Leis de Kepler foram publicadas em 1609 (1ª e 2ª leis) e em 1618 (3ª lei), e definem o movimento dos planetas ao redor do Sol. São elas:

1- Os planetas descrevem órbitas elípticas ao redor do Sol, com o Sol posicionado num dos focos da elipse;

2- Os planetas descrevem áreas iguais em tempos iguais;

3- Para qualquer planeta, o quadrado de seu período orbital (tempo que demora em dar uma volta ao redor do Sol) é diretamente proporcional ao cubo da distância média com o Sol.

FotoLua cheia e a área de abrangência da foto enfocando a Cratera KEPLER.

Não há como não perceber a jovem, bela e proeminente cratera KEPLER, uma pequena formação circular de morfologia complexa com seu sistema de raios brilhantes. Esta notória cavidade, causada por um impacto há cerca de 1 bilhão de anos, tem morfologia complexa e destaca-se perto do equador da Lua, como se fosse uma ilha solitária no imenso mar de lavas do Oceanus PROCELLARUM, no quadrante noroeste lunar.

A cratera KEPLER se destaca quando o Sol posiciona-se no alto do céu lunar, porque o impacto relativamente recente que escavou esta bela cratera, ejetou para o exterior muito material com altíssima velocidade, para todas as direções, criando numerosos caminhamentos de raios brilhantes em longas distâncias. Com o tempo a radiação do Sol vai escurecer o sistema de raios brilhantes, mas demorará muito antes que isso aconteça. Os raios cobrem os mares de lava ao seu redor e estendem-se por mais de 300 Km, atravessando raios de outras crateras. Pouco mudou em KEPLER e também no seu entorno após 1 bilhão de anos.

FotosA foto da esquerda foi executada por VTOL com 384.400 Km de distância. A foto da direita foi executada pela sonda LRO da NASA, com 100 Km de distância

A cratera KEPLER apresenta paredes internas com presença moderada de terraços, seu piso interno é irregular, apresentando variações de nível e um pequeno aglomerado de picos em seu interior.

Ao sul de KEPLER, figura a isolada cratera ENCKE (diâmetro: 28 Km, profundidade: 0,7 Km, LAT: 4.6o N e LON: 36.6o W). Suas paredes não são predominantemente redondas e sim com formato hexagonal. Seu piso raso (700 m de profundidade) é irregular e fraturado, com a presença de canais. ENCKE não possui raios brilhantes, mas foi atravessada pelos escombros ejetados pelo impacto que escavou KEPLER, o qual foi responsável pela formação do sistema de raios brilhantes. Isto indica que a cratera ENCKE é mais antiga que KEPLER. ENCKE hospeda em sua borda leste, a minúscula cratera Encke N (diâmetro: 4 Km).

IlustraçãoO perfil altimétrico  W  -   E  da bela Cratera KEPLER (LRO QuickMap).

FotoA jovem e destacada cratera KEPLER, com seu belo sistema de raios brilhantes. Foto executada em ‎21‎ de ‎maio‎ de ‎2013, ‏‎22:41:50.

Foto acima executada com apenas 1 frame em ‎ ‎‎09‎ de ‎junho‎ de ‎2014, ‏‎ ‏‎22:24:22.

Foto executada com apenas 1 frame em 09‎ de ‎junho‎ de ‎2014, ‏‎22:24:16 (01:24:16 UT).

Foto principal executada com apenas 1 frame em 21‎ de ‎maio‎ de ‎2013, ‏‎22:41:50 (01:41:50 UT).

Foto executada com apenas 1 frame em 09‎ de ‎junho‎ de ‎2014, ‏‎22:24:16 (01:24:16 UT) - detalhe: NASA / LRO.

Foto executada com apenas 1 frame em ‎26‎ de ‎abril‎ de ‎2018, ‏‎21:41:04 (00:41:04 UT).

Foto executada com apenas 1 frame em 18‎ de ‎abril‎ de ‎2016, ‏‎23:37:00 (02:37:00 UT0).

Foto executada com apenas 1 frame em 26‎ de ‎abril‎ de ‎2018, ‏‎21:41:04 (00:41:04 UT).

Explos%c3%a3o_meteoro

NASA detecta intensa explosão de ...
NASA detecta intensa explosão de meteorito na atmosfera da Terra.
NASA detecta intensa explosão de meteorito na atmosfera da Terra. (Enviado por Haroldo Porto - Macaé / RJ - Geógrafo - Especialista em Georreferenciamento de Imóveis Rurais). Este caso é o segundo mais forte em ... Leia mais

NASA detecta intensa explosão de meteorito na atmosfera da Terra. (Enviado por Haroldo ... Leia mais
20/03/2019
So2

Blog "Sky and Observers" - março / ...
Blog "Sky and Observers" - março / 2019.
Olá pessoal! Neste mês (março/2019) estão publicados no Blog "Sky and Observers" os seguintes assuntos: Ocultação: A ocultação de Saturno pela Lua em 29 de março 2019 ... Leia mais

Olá pessoal! Neste mês (março/2019) estão publicados no Blog ... Leia mais
05/03/2019
Bo

Boletim Observe! do mês de março ...
Boletim Observe! do mês de março de 2019.
Nobres colegas: O Boletim Observe! do mês de março de 2019 está disponível no endereço eletrônico mencionado a seguir: http://www.geocities.ws/costeira1/neoa/observe.pdf Leia a edição ... Leia mais

Nobres colegas: O Boletim Observe! do mês de março de 2019 está ... Leia mais
05/03/2019
Apollo_11_landing_s%e2%81%abite

Reveja a bela imagem do local de ...
Reveja a bela imagem do local de alunissagem da missão APOLLO 11, feita pela sonda lunar americana LRO.
A Câmera da sonda lunar robótica americana Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) tirou seu melhor visual do local de pouso da APOLLO 11 na Lua. A imagem, que foi lançada em 7 de março de 2012, mostra até mesmo os ... Leia mais

A Câmera da sonda lunar robótica americana Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) tirou ... Leia mais
16/02/2019