Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual
Catharina 1: típico domo vulcânico de terras altas (planaltos)
(créditos: Vaz Tolentino e NASA.)

Informações sobre a Foto

Catharina 1: típico domo vulcânico de terras altas (planaltos)

(créditos: Vaz Tolentino e NASA.)

No entorno da grande e erodida cratera CATHARINA (diâmetro: 104 Km, profundidade: 3,13 Km) existem 2 interessantes domos de planaltos (terras altas): "Catharina 1" e "Catharina 2".

Domo Vulcânico de Terras Altas "Catharina 1":

Altitude: 750 m;

Dimensões na base: 9 Km X 7 Km (alongado no sentido Norte - Sul);

Melhor período para observação: 5 dias após a Lua Nova ou 4 dias após a Lua Cheia.

Domo Vulcânico de Terras Altas "Catharina 2"

Altitude: 850 m;

Dimensões na base: 15 Km X 14 Km (alongado no sentido Sudoeste - Nordeste);

Melhor período para observação: 6 dias após a Lua Nova ou 5 dias após a Lua Cheia.

Domos vulcânicos nos mares escuros de lava basáltica:

Normalmente, um domo vulcânico é um pequeno monte de lava arredondado (domo hemisférico) criado por ação de erupções, com cerca de 5 a 20 Km de diâmetro na base e altitude de apenas algumas centenas de metros, com encostas pouco íngremes. Alguns apresentam uma minúscula cavidade em seu topo, que marca o local por onde a lava emergiu (vulcanismo extrusivo) para formar a cúpula de lavas. Na grande maioria das vezes os domos são encontrados nas superfícies dos mares de lavas escuras e tem seus corpos escuros (baixo albedo). Os domos foram vulcões ativos no passado lunar.

Domos ou cúpulas são estruturas geralmente difíceis de observar devido às suas baixas altitudes. Logo, essas formações são detectadas e observáveis apenas quando estão próximos do terminadouro (terminator), ou seja, com a incidência de luz em baixo ângulo (amanhecer ou entardecer lunar), o que enfatiza suas presenças.

FotoNa parte oeste das lavas escuras do Oceanus PROCELLARUM encontra-se a cratera MARIUS (diâmetro: 41 Km, profundidade: 1,7 Km). A oeste, noroeste e norte de MARIUS encontra-se uma região rica em domos vulcânicos (antigos vulcões), com cerca de 300 deles (que são as protuberâncias no centro da foto). Foto executada próximo ao terminadouro com apenas 1 frame ‎em 21‎ de ‎maio‎ de ‎2013, ‏‎22:45:58.

Domos vulcânicos nas terras altas e claras (planaltos):

A maior parte das cúpulas ou domos vulcânicos estão situados nas regiões baixas dos mares escuros de lavas lunares e apenas poucos estão localizados nas terras altas e claras, a maioria dos quais são mais íngremes ou acentuados do que aqueles presentes nos mares.

FotoOs domo vulcânicos de terras altas "Cathatina 1" e "Catharina 2" - LROC / NASA.

Como os “domos de terras altas" têm um albedo mais elevado (superfície clara), são relativamente difíceis de serem detectados em relação às formações circundantes presentes nas terras altas e que também possuem alto albedo. Logo, eles ficam "camuflados" no meio de toda a região. Exemplos disso são os domos “Catharina 1” e "Catharina 2", localizados a sudeste e a noroeste (respectivamente) da grande cratera CATHARINA (diâmetro: 104 Km, profundidade: 3,13 Km), nas terras altas do quadrante sudeste lunar.

O poder de refletir a luz desses domos sugere que eles possuem uma mineralogia diferente, provavelmente suas lavas carreguem baixo teor de ferro e titânio. Por estarem presentes nas terras altas, esses domos seriam estruturas relativamente mais antigas que os domos dos mares.

FotoO domo vulcânico de Terras Altas “Catharina 1”, localizado junto à cratera CATHARINA, de onde recebeu seu nome. Foto executada com apenas 1 frame em 22‎ de ‎fevereiro‎ de ‎2011, ‏‎02:34:22.

Foto executada com apenas 1 frame em  ‎25‎ de ‎junho‎ de ‎2012, ‏‎18:46:34 (21:46:34 UT).

Foto executada com apenas 1 frame em  ‎24‎ de ‎maio‎ de ‎2015, ‏‎19:07:14 (22:07:14 UT).

Foto executada com apenas 1 frame em 11‎ de ‎abril‎ de ‎2012, ‏‎02:35:58 (05:35:58 UT).

Foto executada com apenas 1 frame em 18‎ de ‎junho‎ de ‎2018, ‏‎19:14:56 (22:14:56 UT).

Explos%c3%a3o_meteoro

NASA detecta intensa explosão de ...
NASA detecta intensa explosão de meteorito na atmosfera da Terra.
NASA detecta intensa explosão de meteorito na atmosfera da Terra. (Enviado por Haroldo Porto - Macaé / RJ - Geógrafo - Especialista em Georreferenciamento de Imóveis Rurais). Este caso é o segundo mais forte em ... Leia mais

NASA detecta intensa explosão de meteorito na atmosfera da Terra. (Enviado por Haroldo ... Leia mais
20/03/2019
So2

Blog "Sky and Observers" - março / ...
Blog "Sky and Observers" - março / 2019.
Olá pessoal! Neste mês (março/2019) estão publicados no Blog "Sky and Observers" os seguintes assuntos: Ocultação: A ocultação de Saturno pela Lua em 29 de março 2019 ... Leia mais

Olá pessoal! Neste mês (março/2019) estão publicados no Blog ... Leia mais
05/03/2019
Bo

Boletim Observe! do mês de março ...
Boletim Observe! do mês de março de 2019.
Nobres colegas: O Boletim Observe! do mês de março de 2019 está disponível no endereço eletrônico mencionado a seguir: http://www.geocities.ws/costeira1/neoa/observe.pdf Leia a edição ... Leia mais

Nobres colegas: O Boletim Observe! do mês de março de 2019 está ... Leia mais
05/03/2019
Apollo_11_landing_s%e2%81%abite

Reveja a bela imagem do local de ...
Reveja a bela imagem do local de alunissagem da missão APOLLO 11, feita pela sonda lunar americana LRO.
A Câmera da sonda lunar robótica americana Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) tirou seu melhor visual do local de pouso da APOLLO 11 na Lua. A imagem, que foi lançada em 7 de março de 2012, mostra até mesmo os ... Leia mais

A Câmera da sonda lunar robótica americana Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) tirou ... Leia mais
16/02/2019